quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Velhice.

Cortante;
Chocante;
Dilacerante;
Conflitante;
Claudicante;
Petrificante;
Paralisante;
Mortificante...
A velhice abandonada!
Elegante;
Edificante;
Calmante;
Cintilante;
Abundante;
Confiante;
Gratificante..
A velhice acarinhada!

Resplandecente de luz e paz
Seja teu coração, que tudo sabe,
Que a tudo vê.

Seja tua alma leve.
Que percorra os céus, como os anjos de amor.
Pois, que se essa terra, já não mais consideras tua,
Teu, é todo o meu amor.

2 comentários:

  1. Que lindo! Me causou um certo incômodo no ínicio, afinal dependendo como se envelhece, é complicado, mas ao chegar ao final da leitura... amei!
    Parabens.
    bju

    ResponderExcluir
  2. Com certeza envelhecer...é mais um conceito psicológico. Sabemos que é real, mas podemos viver de acordo com...e sermos FELIZES.
    Hoje sinto-me melhor doque a alguns anos passados...parece meio que confete, mas não é não. Claro que gostaria de estar vivendo no passado com a experiência, conhecimento e visão que tenho hoje de VIDA, já que isso não é possível, VIVO tirando proveito desse tesouro que tenho como presente de DEUS, e que ninguém pode tirar-me ... a chamada EXPERIÊNCIA!! Parabéns... O que li é pura amostra de sensibilidade de forma literária!! Beijo!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Avalie, critique, fique a vontade.