sábado, 28 de novembro de 2009

CUIDEM BEM DE TUDO QUE AMAM...CUIDEM DO SEU AMOR TAMBÉM.

Cuide Bem Do Seu Amor


Os Paralamas do Sucesso

A vida sem freio me leva, me arrasta, me cega
No momento em que eu queria ver
O segundo que antecede o beijo
A palavra que destrói o amor

Quando tudo ainda estava inteiro
No instante em que desmoronou
Palavras duras em voz de veludo
E tudo muda, adeus velho mundo
Há um segundo tudo estava em paz

Cuide bem do seu amor
Seja quem for,
Cuide bem do seu amor
Seja quem for...

E cada segundo, cada momento, cada instante
É quase eterno, passa devagar
Se o seu mundo for o mundo inteiro
Sua vida, seu amor, seu lar

Cuide tudo que for verdadeiro
Deixe tudo que não for passar
Palavras duras em voz de veludo
E tudo muda, adeus velho mundo
Há um segundo tudo estava em paz

Cuide bem do seu amor
Seja quem for,
Cuide bem do seu amor
Seja quem for...

Palavras duras em voz de veludo
E tudo muda, adeus velho mundo
Há um segundo tudo estava em paz

Cuide bem do seu amor
Seja quem for,
Cuide bem do seu amor
Seja quem for...

ONDE VOCÊ COLOCA O SAL?

Recebi de um grande amigo, que trabalha lá na empresa, um belo conto. Conversávamos sobre a perda do meu Thor. Ele também cria cachorros, e disse: "Moreno, eles têm a hora deles. Assim como nós estamos em um estágio evolutivo, aqui na terra, também os animais cumprem uma missão. O Thor cumpriu a dele com grande amor e empenho. E você viu o resultado. Ore muito. Ele fez tudo que podia por vocês!".

Sábias palavras, querido amigo.

Segue a pequena fábula.


Um velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo de água e bebesse.

- Perguntou ao jovem: Qual é o gosto?

- Ruim - disse o jovem.

O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.

Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.

Então, o velho disse:

- Beba um pouco dessa água.

Enquanto a água escorria do queixo do jovem, o Mestre perguntou:

- Qual é o gosto?

- Bom! Muito bom, disse o jovem.

- Você sente o gosto do sal? - perguntou o Mestre.

- Não, disse o jovem.

O Mestre, então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:

- A dor, na vida de uma pessoa, não muda. Mas o sabor da dor, depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta: dar mais valor ao que você tem, do que ao que você perdeu. Em outras palavras: é deixar de ser copo, para tornar-se um lago.
(autor desconhecido)

É! Está dito. Aos pouquinhos vamos voltando.

Saudades dele e todos que formam o grande lago de minha vida.

Castigo Final no youtube, Show no Estúdio Oi Novo Som, Download...

Salve salve, minha gente! Vamos às novas:

***CASTIGO FINAL***
O primeiro episódio da série "Castigo Final" da Oi TV já está no youtube! Minha música "Vene
no" é o tema de abertura e fechamento dos episódios. Confiram aqui!

***SHOW 02/12 OI NOVO SOM***
O pessoal do Oi Novo Som me chamou mais uma vez pra fazer um show no Estúdio Oi Novo Som. Será 1 hora de show e entrevista, na quarta-feira da semana que vem, dia 02 de dezembro às 19hs, transmitido ao vivo pelo portal http://www.oinovosom.com.br/ . Não percam! =)

***BAIXEM O DISCO***
Enquanto a arte do meu disco "Faz Sentido no Fim" está sendo feita, disponibilizei todas as faixas na internet.

Para ouvir aqui - http://www.myspace.com/geraldocortes
E BAIXAR aqui - http://www.oinovosom.com.br/geraldocortes - Basta fazer um cadastro rapidamente e aí fazer o download. Podem aproveitar e avaliar as músicas e virarem fãs do perfil pra me ajudarem a dar uma destacada no ranking do Oi Novo Som.

Ouçam, baixem, comentem, xinguem, critiquem... É de vocês! =)

***CLIPE***

Com o disco novo saindo, resolvi reunir imagens de bastidores de gravações, shows, momentos de folga y otras cositas más e fazer um demo-clipe em cima da terceira faixa do disco, "Amplificador". Confiram aqui. Espero que gostem. =)

Beijos e abraços,

G
____________________________________________________

Oi Novo Som
http://www.oinovosom.com.br/geraldocortes
http://www.oinovosom.com.br/geraldocortes
http://www.oinovosom.com.br/geraldocortes

MySpace
http://www.myspace.com/geraldocortes
http://www.myspace.com/geraldocortes
http://www.myspace.com/geraldocortes

Twitter
http://twitter.com/geraldocortes
http://twitter.com/geraldocortes
http://twitter.com/geraldocortes

YouTube
http://www.youtube.com/view_play_list?p=14679278762D5440
http://www.youtube.com/view_play_list?p=14679278762D5440
http://www.youtube.com/view_play_list?p=14679278762D5440

Orkut
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2460618
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2460618
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2460618

Fotolog
http://www.fotolog.com/geraldocortes
http://www.fotolog.com/geraldocortes
http://www.fotolog.com/geraldocortes

contato: geraldocortescontato@gmail.com

domingo, 22 de novembro de 2009

Meu Thor!!!!! Uma saudade imensa...

Meu Thor nasceu em 31/08/2004, o Ramon e Cristianni eram os donos dos pais do meu Thor. Nessa época, estávamos terminando a construção de nossa casa em Itaipuaçu. Foi tudo tão engraçado e complicado...

Era o dia 19 de setembro de 2004, véspera dos aniversários meu e de minha esposa. Morávamos no bairro do Fonseca, em um apartamento de 2 quartos que estava ficando pequeno para o nosso casal de adolescentes, meus enteados. A construção da casa, de quatro quartos e muita área externa, chegava ao fim e fazíamos os acabamentos.

Entro no apartamento, vindo do trabalho, por volta da 20 horas. Bem no início do Jornal Nacional. Coloquei minha pasta no quarto e voltei para a sala, a fim de assistir ao noticiário. Tanto na ida, quanto na volta do quarto, ouvi alguns sons esquisitos vindos do quarto das crianças, mas não dei importância, pois as vozes indicavam que todos estavam em casa e se divertiam por algum motivo. Relaxei e assisti ao meu jornal tranquilamente.

Enquanto assistia ao jornal minha esposa saiu do quarto e veio sentar-se junto a mim. Trocamos algumas idéias sobre a casa, que sempre deu muito trabalho para ela. Na fase inicial teve que administrar tudo sozinha, pois eu trabalhava em Vitória durante toda a semana. Contamos algumas coisas sobre nossos trabalhos e fomos jantar. Mas, algo estava estranho. As crianças não saíam do quarto.

- E os meninos? - perguntei.
- Ah! Estão no quarto brincando. - a resposta dela saiu meio entre risos.
- Tem alguém com elas? Primos, coleguinhas...? - era normal alguns dos amiguinhos do prédio ou um dos primos estarem em nossa casa.
- Tem um amiguinho deles aí, sim. - ela continuou diferente, mas divertida.

Sempre fui meio distraído para certas coisas. Como tudo parecia bem, desliguei. Jantamos e nossa conversa só girava em torno da casa. E assim começou.

- Querido, acho que vamos precisar de um cachorro para tomar conta da casa. - ela sondava...
- É, pode ser. Mas seria legal que fosse um filhote para nós "educarmos" do nosso jeito. - eu já havia conversado esse assunto antes.
- Pois é, né! Bem novinho fica mais fácil de "educar". - ela falava com aquele jeito divertido, que me deixava desconfortável.

Como não sou muito curioso, mas percebo as coisas no ar, indaguei de forma direta.

- Tem alguma coisa estranha, aqui. O que está havendo? Houve algum problema? - fui meio incisivo demais, acho.
- Bem, não sei! Mas não acho que seja um probema.- ela me falou meio sem jeito, agora.

Só podia ser com as crianças. Levantei e fui direto para o quarto. Ela, apressada, me seguia. Abri a porta com rapidez e os dois, sentados em suas camas, me olharam assustados.

- Oi! Anselmo...- minha enteada falou primeiro.
- Oi! - disse o menino.
- Vocês aprontaram alguma hoje e sua mãe não está conseguindo me dizer. Vamos lá. Qual foi, dessa vez? - estava preocupado, pois os dois eram muito levados.

Minha enteado se afastou da cabeceira da cama e me apresentou.

- Anselmo, este é o Thor. - era lindo, o cão.

Mas não estava nos planos ainda. Nossa mudança seria no fim do ano. Faltavam mais de três meses. Esse bicho iria crescer demais para morar em um apartamento tão pequeno. Os vizinhos reclamariam. Mas o cara era lindo! Lindo mesmo.

Bem, depois de muitas ponderações, reclamações e caras feias...o cara ficou. Tinha vinte dias de nascido e foi desmamado antes do tempo. A mãe teve doze crias e não conseguia amamentar a todas. Recebemos um manual de instruções, da Cris. Dentre as 2.649 orientações, uma me chamou a atenção: "Nos primeiros dias o filhote vai chorar muito. Afinal, foi tirado da mãe e dos irmãos e colocado em um ambiente estranho. Ele deve dormir perto de alguém que possa pegá-lo no colo quando chorar....".

Agora, veja você: eu, de babá de cachorro. Era só o que me faltava. Decretei: " Não quero choro de cão no meu ouvido de madrugada."

Na terceira noite sem dormir direito, falei para minha mulher trazer o bicho para cama. Ela ficava zanzando com o cara no colo, durante a madrugada, para que ele não chorasse. Deu pena! (que saudade)

Ela deitou com ele em seus braços, e como era de se esperar, adormeceu. Aquele gemidinho enjoado do cara continou. Parece que percebeu o sono da minha mulher. E eu ali. Na minha. Quietinho. De repente ouço um arranhar de unhas pelo travesseiro. "Não, lá vem ele", pensei. E veio. O danado veio. Decidido. Firme. Autoritário. Mandão. Espaçoso. Amoroso. Uma "focinhada" no meu ouvido. Nem me mexi. E aí, o meu Thor deitou a cabeça entre o meu pescoço e o meu peito e dormiu a noite toda...desculpem, não consigo mais esccrever.

sábado, 21 de novembro de 2009

EU RECEBI UMA DAS NOTÍCIAS MAIS TRISTES DA MINHA VIDA...NÃO SEI O QUE FAZER...PERDI MEU THOR...


TE AMO TANTO AMIGO...PARA SEMPRE...COMO VOCE NUNCA ME ESQUECEU, EU JAMAIS TE ESQUECEREI...

A ULTIMA VEZ QUE NOS VIMOS QUERIDO AMIGO...ESTOU ARRASADO...ESTOU INDO TE VER PELA ULTIMA VEZ MEU QUERIDO...ADEUS!

OBRIGADO POR TODAS AS ALEGRIAS QUE VOCE ME DEU..

DEUS E SÃO FRANCISCO TE RECEBAM...AMÉM

Meu queridíssimo Aragão...voz e competência na interpretação. Diz aí...

Falsa Consideracao


Jorge Aragão

Composição: Marquinhos Santana

Agora eu sei
Que o amor que você prometeu
Não foi igual ao que você me deu
Era mentira o que você jurou

Mas não faz mal
Eu aprendi que não se deve crer
Em tudo aquilo que alguém nos diz
Num momento de prazer ou de amor

Mas tudo bem
Eu sei que um dia vai e outro vem
Você ainda há de encontrar alguém
Pra lhe fazer o que você me fez

E aí, na hora do sufoco sei que você vai me procurar
Com a mesma conversa que um dia me fez apaixonar
Por alguém de uma falsa consideração

E aí, você vai perceber que eu estou numa boa
Que durante algum tempo fiquei sem ninguém
Mas há males na vida que vem para o bem

Noite bacana...tudo muito no jeito...Coisas da Antiga.

Amigos deste blog!

Ontem, a noite foi incrível no Coisas da Antiga. Para aqueles que ainda não conhecem, darei a dica: um lugar especialmente simples onde, simplesmente, se toca a boa música brasileira de maneira fantástica.

Vocês sabem que adoro música. Especialmente, o samba e o choro. E o que aconteceu ontem no Coisas da Antiga foi registrado pelo David Rangel, da Rádio Manchete.

O programa irá ao ar no domingo, 29/11/2009, às 22 horas.

Não posso afirmar que a presença do famoso radialista inspirou a turma do Choro Malandro, o grupo de músicos da casa, liderados pelo Cacau, cavaquinista e cantor da mellhor qualidade (em outra postagem darei os nomes dos integrantes do grupo, e postarei fotos), mas posso adiantar que tocaram como nunca. Maravilhosa noite de samba e choro, sublimada com Bachiana nº 5, de Vila Lobos. Foi de arrepiar, o solo de flauta. Confiram a arte de raíz desse grupo de músicos especiais.

No dia 29/11/2009 aquela deliciosa casa estará em festa. O Coisas da Antiga comemorará seus 7 anos de existência. Uma vida ainda pequena, mas de qualidade rara.

Ambiente de paz, simplicidade, harmonia e felicidade. Uma roda de samba como poucas se encontra. Parece uma festa em família. E é assim que me sinto, quando vou até aquele cantinho especial de paz e tranquilidade.

Vinte e nove de novembro é um domingo. Dezessete horas será o início da festa. E quem gosta de se divertir depois da praia, tomando um feijão amigo e ouvindo samba da melhor qualidade, vá até a avenida central de Itaipú. A diversão é garantida.

Mais detalhes em postagem próxima.

Por enquanto, está dito!

Castigo Final, Retorno ao Estúdio Oi Novo Som, Download...

Salve salve, minha gente! Vamos às novas:

***CASTIGO FINAL***
A quinta faixa do disco, "Veneno", foi escolhida pra ser tema de abertura e fechamento da série "Castigo Final", que já estreiou
 no canal 31 da Oi TV e no Canal Oi! Em breve envio mais informações sobre a exibição e como assistir.

***SHOW 02/12 OI NOVO SOM***
O pessoal do Oi Novo Som me chamou mais uma vez pra fazer um show no Estúdio Oi Novo Som. Será 1 hora de show e entrevista, na quarta-feira dia 02 de dezembro às 19hs, transmitido ao vivo pelo portal http://www.oinovosom.com.br/ . Não percam! =)

***BAIXEM O DISCO***
Enquanto a arte do meu disco "Faz Sentido no Fim" não fica pronta, disponibilizei todas as faixas na internet.

Para ouvir aqui - http://www.myspace.com/geraldocortes
E BAIXAR aqui - http://www.oinovosom.com.br/geraldocortes - Basta fazer um cadastro rapidamente e aí fazer o download. Podem aproveitar e avaliar as músicas e virarem fãs do perfil pra me ajudarem a dar uma destacada no ranking do Oi Novo Som.

Ouçam, baixem, comentem, xinguem, critiquem... É de vocês! =)

***CLIPE***

Com o disco novo saindo, resolvi reunir imagens de bastidores de gravações, shows, momentos de folga y otras cositas más e fazer um demo-clipe em cima da terceira faixa do disco, "Amplificador". Confiram aqui. Espero que gostem. =)

Beijos e abraços,

G
____________________________________________________

Oi Novo Som
http://www.oinovosom.com.br/geraldocortes
http://www.oinovosom.com.br/geraldocortes
http://www.oinovosom.com.br/geraldocortes

MySpace
http://www.myspace.com/geraldocortes
http://www.myspace.com/geraldocortes
http://www.myspace.com/geraldocortes

Twitter
http://twitter.com/geraldocortes
http://twitter.com/geraldocortes
http://twitter.com/geraldocortes

YouTube
http://www.youtube.com/view_play_list?p=14679278762D5440
http://www.youtube.com/view_play_list?p=14679278762D5440
http://www.youtube.com/view_play_list?p=14679278762D5440

Orkut
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2460618
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2460618
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2460618

Fotolog
http://www.fotolog.com/geraldocortes
http://www.fotolog.com/geraldocortes
http://www.fotolog.com/geraldocortes

contato: geraldocortescontato@gmail.com

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Falhas operacionais!!!!!

Queridos amigos e leitores, desculpem.

Por problemas operacionais em minha máquina, não foi possível postar os eventos dos meus queridos amigos, artistas de talento que muito prezo. Peço desculpas ao Marvio e ao Geraldo e Vivian, pois seus shows não foram divulgados a tempo.

Tenho certeza que o sucesso de público estava garantido pelo notório talento que vocês possuem. Mas fica aqui o registro, pois as postagens estarão com data posterior aos da divulgação.

Amigos, desculpem nossa falha. Me empenharei para que não mais ocorra.

Forte abraço deste blogueiro que os admira.

Show com Vivian Benford na Cinemathèque!




Salve, meus queridos!

O show ontem com a Vivian foi sensacional! Hoje tem mais!!

:: 17 de novembro - Pocket Show no Cinemathèque - Projeto Gloss ::
Todas as terças de novembro tem show só com vocalistas, bandas e Djs femininos!
Nesse dia tocam: Bellame, Vivian Benford e Jullie

Serviço:
Terça, 17 de novembro, a partir das 20hs.
Cinemathèque
R. Vol. da Pátria, 53 - Botafogo
Infos e reservas: 21 2576-6736 21 2226-9691
Ingressos: R$ 15,00 ou R$ 10,00 na lista amiga (reservascinematheque@gmail.com)
Vídeo-release do evento: http://www.youtube.com/watch?v=zidKUDbPLr4

Beijos e abraços!


G

Fwd: Shows em novembro com Vivian Benford

Salve!

Hoje e amanhã tem show da Vivian Benford - www.myspace.com/vivianbenford

Segue o serviço:

:: 16 de novembro - Pocket Show no Conversa Afinada ::
Evento com outras bandas, a partir das 21hs.
Entrada: R$10,00
O endereço é Rua Vinicius de Moraes, 75/ 3º andar - Ipanema

:: 17 de novembro - Pocket Show no Cinemathèque - Projeto Gloss ::
Todas as terças de novembro tem show só com vocalistas, bandas e Djs femininos!
Nesse dia tocam: Bellame, Vivian Benford e Jullie
Serviço:
Terça, 17 de novembro, a partir das 20hs.
Cinemathèque
R. Vol. da Pátria, 53 - Botafogo
Infos e reservas: 21 2576-6736 21 2226-9691
Ingressos: R$ 15,00 ou R$ 10,00 na lista amiga (reservascinematheque@gmail.com)
Vídeo-release do evento: http://www.youtube.com/watch?v=zidKUDbPLr4

Beijos e abraços!

G

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Vivian Benford e Geraldo Côrtes na guitarra. Vale muito conhecer!

Em linha com nossos objetivos de divulgar o talento brasileiro nos mais diversos segmentos artísticos, abrimos espaço para mais uma galera que sabe muito bem o que faz.

Geraldo Côrtes, guitarrista, toca com Vivian Benford e banda. Na semana que vem (confiram a postagem de divulgação, logo abaixo) esta galera talentosa estará se apresentando no Rio de Janeiro.

Nosso blog dá as boas vindas a este time de músicos que, com arte e criatividade, começa a buscar espaço no cenário musical do Rio de Janeiro.

Confiram os links e depois, ao vivo, curtam os shows.


NOSSOS VOTOS DE EXCELENTES SHOWS E SUCESSO AO LONGO DA CARREIRA.

É! Está dito.

Bom final de semana. Ah! Hoje tem festa boa na Casa da Mãe Joana.

RECOMENDO AOS AMIGOS DESTE BLOG. SHOW!!!!

Semana que vem tem dois shows com a cantora Vivian Benford


www.myspace.com/vivianbenford - O Geraldo Côrtes, nosso amigo de locução na Escola de Rádio, é o guitarrista na banda da Vivian Benford


Segue o serviço:


• 16 de novembro - Pocket Show, no Conversa Afinada.


Evento com outras bandas, a partir das 21hs. Logo estaremos informando mais detalhes.


O endereço é Rua Vinicius de Moraes, 75/ 3º andar - Ipanema


• 17 de novembro - Pocket Show no Cinemathèque - Projeto Gloss


Todas as terças de novembro tem show, só com vocalistas, bandas e Djs femininos!

Nesse dia tocam: Bellame, Vivian Benford e Jullie


Serviço:

Terça, 17 de novembro

Horário: 20hs.

Cinemathèque

R. Vol. da Pátria, 53 - Botafogo

Infos e reservas: 21 2576-6736 21 2226-9691

Ingressos: R$ 15,00 ou R$ 10,00 na lista amiga (reservascinematheque@gmail.com)



Vídeo-release do evento: http://www.youtube.com/watch?v=zidKUDbPLr4

domingo, 8 de novembro de 2009

VASCO DA GAMA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Bom dia! Um bom dia aos vascaínos.

Que felicidade transbordante devem estar sentindo. Meus queridos amigos vascaínos, e são muitos, estou feliz com vocês.

No ano passado presenciei a dor e sofrimento de um senhor de 84 anos. Vida equilibrada, família concretizada com sucesso e a dor do rebaixamento. Um senhor com duas alegrias: a família que construiu e o Vasco. Costumo dizer que um clube de futebol faz alguns homens terem uma fidelidade canina. E algumas mulheres também...rs

Este senhor lamentou os fatos que levaram o Vasco para a 2ª divisão. A eleição do Roberto Dinamite, inclusive. Chegou a afirmar que com o Eurico Miranda isso não teria acontecido. Vejam o sentimento do desespero. Os fins justificando os meios. Mal podia perceber a força do contrário. Onde os meios que justificaram alguns fins, eram na verdade o motivo daquele instante de dor. Pobre homem sofrido que, desesperado, apelou para o mal, a covardia, a maracutaia e a sordidez.

Mas a dor era intensa e o desabafo perdoável. Acho que muitos vascaínos devem ter pensado da mesma forma.

Mas agora, quem se lembra daquela figura de filmes sobre a máfia? Daquela rotunda pança, encimada por um ridículo charuto dançante e suspensórios a lhe sustentar?

A figura agora é a de um ídolo sorridente que sempre foi alegre e alegrou multidões. Uma marca. Um símbolo. Uma lenda. Um homem do esporte. O cara de jeito fácil e humilde, que cativa pela simplicidade e camaradagem. Um ídolo que transita com respeito e carisma entre torcedores dos mais diversos clubes.

Que assim seja o futebol, sempre: rivalidade apenas no campo de jogo e alegria ao redor. Que assim sejam os homens: simples, humildes, alegres e limpos em seus atos.


PARABÉNS VASCO DA GAMA! VALEU, ROBERTO DINAMITE.



É! Está dito.

Feliz domingo a todos, com muito bacalhau no azeite.

sábado, 7 de novembro de 2009

Rugas


Nelson Cavaquinho


Composição: Nelson Cavaquinho / Augusto Garcez / Cyro Monteiro
 

Se eu for pensar muito na vida
Morro cedo, amor.
Meu peito é forte,
Nele tenho acumulado tanta dor.

As rugas fizeram residência no meu rosto
Não choro pra ninguém
Me ver sofrer de desgosto.

Eu que sempre soube
Esconder a minha mágoa.
Nunca ninguém me viu
Com os olhos rasos d'água.

Finjo-me alegre
Pro meu pranto ninguém ver.
Feliz aquele que sabe sofrer.

Combinação perfeita.

Samba e Amor


Chico Buarque


Composição: Chico Buarque

Eu faço samba e amor até mais tarde
E tenho muito sono de manhã
Escuto a correria da cidade que arde
E apressa o dia de amanhã
De madrugada a gente 'inda se ama
E a fábrica começa a buzinar
O trânsito contorna, a nossa cama reclama
Do nosso eterno espreguiçar
No colo da bem vinda companheira
No corpo do bendito violão

Eu faço samba e amor a noite inteira
Não tenho a quem prestar satisfação

Eu faço samba e amor até mais tarde
E tenho muito mais o que fazer
Escuto a correria da cidade. Que alarde!
Será que é tão difícil amanhecer?
Não sei se preguiçoso ou se covarde
Debaixo do meu cobertor de lã

Eu faço samba e amor até mais tarde
E tenho muito sono de manhã.

Tom e Chico...que bom.

Eu te amo

Chico Buarque


Composição: Tom Jobim / Chico


Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir

Ah, se ao te conhecer
Dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir

Se nós nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir

Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu

Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu

Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios ainda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair

Não, acho que estás te fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir.

A voz da criação.

A luz gigantesca descia sobre mim. Havia o temor de que um calor intenso me atingiria. Mas a onda de energia era agradável e dava a sensação de paz. Desenhos distorcidos; indecifráveis; inimagináveis, confundiam-me e encantavam-me.


Uma fração do segundo foi suficiente para que pudesse ver minha vida em alta definição: irmãos, pais, amigos e inimigos. Aquilo tudo parecia incrivelmente aterrorizante. O medo aumentava, à medida que aquela luz me envolvia. Flutuava em direção a uma imensa colméia de diamantes. Pelo menos era assim que se parecia aquele amontoado de luzes brilhantes e incrivelmente lindas.

Num instante estava envolto em um gel transparente e perfumado. Não ouvia vozes. Mas era possível comunicar-me com “alguém”, que transmitia conforto e segurança. Algumas dores, aos poucos, desapareciam. Sentia um enorme bem estar. Parecia que um elixir restaurador penetrava pelos poros do meu corpo. Mas eu não conseguia, de fato, perceber um corpo. Não um corpo! Mas uma densa névoa azulada, na qual repousava tudo o que havia em mim. Era como se nada houvesse existido de mim, anterior àquele momento.

Um vapor de tom prateado preencheu o ar. Com ele, imagens. Meus filhos. Ainda crianças, brincavam alegremente. Minha esposa os chamava. Podia ouvir nitidamente a ordem: “venham tomar banho para esperar o papai. Hoje é o aniversário dele”.

Meu quadragésimo aniversário. Naquele dia fiquei até altas horas na rua com os amigos. Havia esquecido a promessa de jantar com a família. Via os meninos, quase adormecidos, num esforço incrível, aguardando a minha chegada, que não aconteceria. Minha esposa, triste, insistia no celular. Mas a minha ignorância fazia com que não o atendesse.

Segundos depois pude ver o corredor da empresa em que trabalhava. Uma roda de pessoas confabulava, e alguns sorrisos irônicos aconteciam. Percebi que o tema era a minha demissão. Logo, me vi saindo do escritório da gerência. Fui imediatamente confortado com palavras de incentivo e promessas de colocações em outras empresas do mesmo nível daquela.

Meus pais apareciam agora. Doentes e sozinhos. A mãe, com lágrimas nos olhos, folheava um álbum de fotografias. Acariciava uma foto em que apareciam meus irmãos e eu, em dia de festa. Inclinou-se na direção de meu pai mostrando-lhe a fotografia. O “velho” sorriu sofrido e secou uma pequena gota de lágrima que repousou no canto de seu olho.

Meus filhos voltavam à cena. Brincavam no quarto e subitamente pararam. No quarto ao lado, uma forte briga, entre eu e minha esposa, os assustou. Saíram para a sala e cruzamos no corredor. Eles sorriram e os ignorei. Saí como uma besta fera, porta a fora. Eles se abraçaram e foram para perto da mãe, que chorava.

Anos à frente! Houve um avanço naquelas imagens. Minha doença estava em estado terminal. Os filhos me acariciavam. Os netos brincavam com meus dedos. Minha esposa já havia falecido. Uma dor extrema me atingiu. Pude perceber uma luz me envolver e vi que todos choravam em triste lamento.
Repentinamente todo aquele gel se desfez. Uma brisa fresca percorreu o meu... ser? Não sei como definir. Um jardim espetacular repousava em um gramado especialmente verde. Estava triste e infeliz. Um grande vazio me acompanhava. Estava completamente perdido e desorientado. Remorso. Desespero. Compaixão de mim. Lamento silencioso e profundo, de arrependimento por perdas irreparáveis. O tempo. Aquele que nos marca, sem que consigamos dar a ele a devida atenção. Irremediável. Finito. Concreto.

Assim, vaguei percorrendo cantos em que a paz me atormentava. Esta paz que não é minha. Não a mereço. Não a quero. Mas teria castigo maior? Paz, sossego e solidão. Abandono. Culpa.

Estando deitado sob frondosa árvore, e quando maior era a dor de todas as perdas, ouvi uma voz familiar: “querido, quanto esperei até poder vê-lo” – era minha esposa.

Minhas lágrimas escorriam descontroladamente. Um choro que acontecia profundo. O choro da alma. O choro do homem só. O choro do homem errante. O choro de todos os equívocos. O choro do reconhecer-se a si mesmo.

O amor vindo daquela energia dourada, que era minha esposa, me fez sorrir entre prantos. Amava-a tanto e tanto a desprezei. E agora precisava de seu perdão, do seu carinho. De dar-lhe amor. Fui atraído para aquela luz dourada. E caí em prantos implorando perdão.

Então, ouvi:

“Nada poderá vos afastar. Fui Eu que vos uniu. Confie. Não vos afastareis, senão por Minha vontade. Agora, tem a oportunidade de aprender. Aprenda! Eu os criei para vos amarem uns aos outros. É tão fácil atingir a felicidade. Porém, dão espaços ao egoísmo, ambição, competição e vaidades. Ao glamour e ao sucesso, que a todos querem exibir. E se destroem. Vá, meu filho. E aprenda com o amor, que nasce daqui, e é a fonte da Minha criação. Não despreze essa força poderosa que possui por Minha vontade. Só a ela se renda e só por ela renuncie. Deixo-vos entregues ao seu aprendizado. Eu os amo. Cuidem-se e amem-se”.


(Anselmo Verissimo)