sábado, 28 de novembro de 2009

ONDE VOCÊ COLOCA O SAL?

Recebi de um grande amigo, que trabalha lá na empresa, um belo conto. Conversávamos sobre a perda do meu Thor. Ele também cria cachorros, e disse: "Moreno, eles têm a hora deles. Assim como nós estamos em um estágio evolutivo, aqui na terra, também os animais cumprem uma missão. O Thor cumpriu a dele com grande amor e empenho. E você viu o resultado. Ore muito. Ele fez tudo que podia por vocês!".

Sábias palavras, querido amigo.

Segue a pequena fábula.


Um velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo de água e bebesse.

- Perguntou ao jovem: Qual é o gosto?

- Ruim - disse o jovem.

O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.

Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.

Então, o velho disse:

- Beba um pouco dessa água.

Enquanto a água escorria do queixo do jovem, o Mestre perguntou:

- Qual é o gosto?

- Bom! Muito bom, disse o jovem.

- Você sente o gosto do sal? - perguntou o Mestre.

- Não, disse o jovem.

O Mestre, então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:

- A dor, na vida de uma pessoa, não muda. Mas o sabor da dor, depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta: dar mais valor ao que você tem, do que ao que você perdeu. Em outras palavras: é deixar de ser copo, para tornar-se um lago.
(autor desconhecido)

É! Está dito. Aos pouquinhos vamos voltando.

Saudades dele e todos que formam o grande lago de minha vida.

Um comentário:

  1. conheço essa fábula! quase postei ela no blog! além de linda nos ensina que o tamanho e a proporção das coisas dependne como a encaramos.
    fico feliz em vê-lo aqui novamente.
    bju

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Avalie, critique, fique a vontade.