terça-feira, 2 de março de 2010

Infinito amor.

São tantos momentos em que te amei,
Dedicando cada segundo a um ato pelo teu amor.
Dias e dias, da minha mais absoluta concentração
Em tornar a vida feliz, para você.

Cada vez que respiro penso em ti.
Em todo gole d’água, você em minhas lembranças.
Uma noite de sono é confortável,
Quando meus sonhos me trazem você.

Decidi toda minha vida, por um prisma:
Você.
Cada instante de nosso amor me torna um deus,
Pois me agiganto em seu prazer.

Em todo encontro, mais vida.
Nos teus olhos embriago-me de esperanças e
No teu seio conforto minha dor,
Após cada luta em nosso favor.

Pelo teu corpo deito meu cansaço
E das tuas mãos recebo calor.
Amo, a cada milímetro de vida,
O amor que me inspiras.

Amor, infinito amor.
Deposita em meu coração, toda sua esperança
E verás crescer e prosperar a tua felicidade.
Amor, infinto amor, aqui estou.


(Anselmo Verissimo)