domingo, 7 de março de 2010

Charlles da Costa, um mano querido!

Entre 1995 e 1998, se não estou enganado (rs.), eu e minha família frequentávamos o Fonseca Atlético Club, aqui em Niteroi. Éramos vizinhos do clube, e aquele ambiente agradável me cativou.
Naquela época, as domingueiras à beira da piscina eram embaladas por muito samba, pagode e MPB. Éramos surpreendidos por alguns talentos, que hoje frequentam grandes rodas artísticas e culturais do Rio e Niterói: Grupo Revelação, Marco Vivan, Palco Iluminado, entre outros.
Procurava um vídeo, que em princípio seria minha ultima postagem musical do dia, e surgiu uma querida "figura": Charlles da Costa.
O Charlles foi intergrante do grupo Palco Iluminado, que era formado por garotos talentosos e cheios de planos. O bonachão e divertido violonista evoluiu e hoje é um grande músico, requisitado pelos melhores artístas, para apresentações nacionais e internacionais.
Charlles é também, e antes de tudo, um grande homem. Um irmão poderoso e querido, no mais puro significado do termo.
- Mano! Que o Grande Arquiteto ornamente os caminhos de sua vida. Que a luz divina te banhe com saúde, inteligência e mais bondade.
A vocês, meus queridos leitores, apresento meu mano Charlles. Neste vídeo, com Luiz Melodia, tocando violão (de camisa azul) na canção "Fadas".

É! Está dito. Muito obrigado.

Bom dia!

Quem nunca acordou com um belo "bom dia!", não poderá entender o quanto de prazer e entrega encerram esta melodia de Cartola. Um dia, sempre será um bom dia, quando você acorda recebendo aquele "bom dia!" repleto de calor, carinho e paixão.
A todos: Cartola. "Corra e olhe o céu".

É! Está dito. Muito obrigado.

Amor que tanto amei (questionamentos).

Pela casa, ruas e esquinas,
Tua presença ronda minha existência.
E com frequência, assusto-me,
Tentando lembrar quem fomos nós.

Não acho o ponto em que ficamos ali,
Parados no tempo.
E que tempo?
Em que tempo?

Não vejo mais, no espelho,
Briho algum de um olhar que foi luz.
Ardem chamas de angústia e dor,
Naquela imagem desfocada e incolor.

Em qual canto repousam teus suspiros de ternura e prazer?
Onde encontro o ar, que trará teu aroma de sedução e encanto?
Quando encontrarei a ti, amor que tanto amei?
E como encontrarei, em mim, o amor que tanto esperei?

(Anselmo Verissimo)

É...Quem não se comunica...

Como disse o Velho Guerreiro: "quem não se comunica se trumbica".

A história deste locutor de rádio, do interior paulista, é igual à de muitos outros, que fazem sucesso: oportunidade bem aproveitada e uma "peculiaridade" bem explorada. É puro entretenimento. E o público a que se destina a programação, adora.

É! Comunicação, também é isso: se dá o recado e o público entende e se diverte...deve estar valendo, certo? Que é engraçado, é.

É! Está dito.

Uma montagem, bem humorada, com "A Voz".

Vasculhando peças de locução, pelos arquivos da internet, encontrei está brincadeira feita com "A Voz da Rede Globo".

O locutor Dirceu Rabelo, cuja voz será facilmente identificada ao acessar o arquivo de áudio, faz chamadas para a TV GLOBO.

Achei a brincadeira interessante, divertida; mostrando um pouco do universo da locução e sua nuances de edição. São várias as brincadeiras entre famosos locutores de Rádio e TV. Pretendo apresentar a vocês, em algumas poucas postagens, informações sobre alguns profissionais de sucesso e seus trabalhos.

Assistam ao criativo vídeo, elaborado por Lawence Shum.

É! Está dito.