quinta-feira, 20 de maio de 2010

Sentido.

Curto é o dia feliz
E longa a noite de agonia.
A vida que nos contradiz,
Não permite mais um segundo de alegria.

Forte é o coração daquele ser
Que eleva a Deus os pensamentos,
Quando percebe que em todo amanhecer
Está envolto um temor ou tormento.

Grande é o homem, que pequeno se ajoelha,
E olha os céus em seu infinito esplendor,
Para que de toda sua humildade faça surgir uma centelha
Que trará vida, alegria e toda forma de amor.


Oh! Quão bom o simples e fácil ser
Que chora, sorri e faz crescer
A imensidão do sorriso franco
Dentro daquele que não mais crê.

(Anselmo Verissimo)