terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Cavaleiro peregrino.

Suor, flor,
Gota de amor
No branco lençol de seda.
Gozo, furor, prazer,
Comida quente na mesa.

Mar, energia e carinhos.
Pelo caminho, sêmen, prazer.
Língua quente, intrépida, a percorrer o corpo
Contorcido em espasmos loucos e convulsivos.
Chá quente de ervas verdes, suave amargor.

Colo, ombros, coxas e costas nuas
Protegem o sono repousante, com sutil
Calor e emoção insone, revigorante, de
Cavaleiro tenaz, peregrino protetor
A vigiar o leito quente e sagrado do amor.

(Anselmo Verissimo)

Um comentário:

  1. Que lindo, arrepiante!!
    Dá vontade de...
    Estar junto,
    Sentir o ardor, as emoções, as alterações das entranhas que queimam, que emanam calor, que dançam suavemente...
    Dois em um:
    Gostoso de ver,
    Gostoso de sentir,
    Gostoso de ouvir...
    A explosão!
    Suor, flor
    Gotas de amor espalhadas sobre o lençol aveludado,
    Comida quente intensamente saboreada... a cada lambida, a cada olhar guloso.
    Puro prazer!
    Dois corpos em um só...
    Corpos suados que adormecem encaixados.
    Dois seres que buscam a felicidade: pura e simples...
    Sejamos, então, felizes!!

    Beijo,
    Márcia

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Avalie, critique, fique a vontade.