quarta-feira, 29 de maio de 2013



Em algum lugar.

Toda hora,
Em cada momento ou lugar,
Vou estar,
Mesmo que vagamente a passar.

Num pensamento,
Aroma,
Som,
Até mesmo em algum paladar.

Aquele,
Com gosto
De cheiro
De algo inebriante.

Sim,
Estarei lá.
Devagar
A divagar.

Seu sentido
Será o palco
E sua mente
Dará o roteiro.

Um dia.
Toda hora,
Em todo lugar.
Nosso amor vai estar.

(Anselmo Verissimo)









Um comentário:

  1. Lindo... Mas dá uma pontinha de tristeza.
    Poesia é assim mesmo, né?
    Mantenha-se poetando...rs

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Avalie, critique, fique a vontade.